luni, 9 februarie 2015

INTERCULTURAL HORIZONS: NATALIA CANAIS (PORTUGAL)


POEMA EFÉMERO

Este poema que é meu segredo
e das minhas mãos a pureza
agora o partilho a medo
numa asfixiante incerteza
este poema é  meu espelho
minha sombra escurecida
um sonho velho
palavras trémulas... mas com vida!
Este poema é meu desejo e
meu capricho, a minha sede
abrasadora
o privilégio de seguir vida fora
com o fulgor do sonho
faz parte de mim, voa no meu sangue
é o meu pulsar na palavra
o sopro da minha voz
meu rio a chegar à foz.

Este poema é a harmonia
do meu instante
é o meu mundo partilhado
o agasalho que me cobre
- o meu fado!

Este poema tem asas na minha mão
traz com ele a minha história
e sua efémera glória,
de tão vasta imperfeição
ouve-se nele o rumor da tempestade
e da palavra sente-se a inquietude
- que é minha bagagem da saudade.

POEM EFEMER

Acest poem care este secretul meu
şi puritatea mâinilor mele
acum împărtăşeşte teama
într-o sufocantă incertitudine
acest poem este oglinda mea
umbra mea întunecoasă
un vis străvechi
cuvinte tremurate... dar cu viaţă!
Acest poem este dorinţa mea este
capriciul meu, setea mea
copleşitoare
favoarea de a urma viaţa de afară
cu vâlvâtaia visului
face parte din mine, zboară prin sângele meu
este pulsul meu în cuvânt
suflul vocii mele
râul meu ajungând la gură.

Acest poem este armonia
clipei mele
este lumea mea obişnuită
pătura ce mă înveleşte
-soarta mea!

 Acest poem are aripi în mâna mea
îmi aduce cu el istoria mea proprie
şi efemera sa glorie,
a unei imperfecţiuni atât de vaste
se aude în el freamătul furtunii
şi se simte neliniştea cuvântului
-care este bagajul meu de dor.

(from the book in progress Moldura de saudade / Edge of Yearning,
"Bibliotheca Universalis" Collection)

PERFIL CULTURAL

  Natália Canais Nuno (nascida 1943, em Lapas – Torres Novas) e um poeta contemporanea de Portugal. Participou nas seguintes colectâneas:  Entre o Sono e o Sonho; Trago-te um Sonho nas Măos; Por um sorriso,  Poesis   Volume XVIII e Volume  XIX; Viva Outubro (2009),  Viva Outubro (2010); Licença Poética (2011), Alma  Gémea (2011); Tu ça, tu lá 2; Horizontes  da  Poesia III (2011). Livros editados: Pesa-me a Alma (2011) e A Melodia do tempo (2014). Prefaciou e apresentou a obra No Chăo d’Água do poeta Paulo César e  o  romance Oh África! Oh Liberdade! do escritor José Silva. É uma colaboradora honoraria de revista intercultural “Horizonte literario contemporaneo” a partir de 2013.

PROFIL CULTURAL

  Natália Canais Nuno (născută în 1943, Lapas - Torres Novas) este o poetă portugheză contemporană. Scrierile sale au fost publicate în următoarele antologii: Entre o Sono e o Sonho / Între somn şi vis, Trago-te um Sonho nas Măos / Îţi aduc un vis în mâinile mele, Por um sorriso / Cu un zâmbet, Poesis (vol. XVIII şi vol. XIX), Viva Outubro / Trăiască octombrie (2009, 2010), Licença Poética / Licenţă poetică (2011), Alma  Gémea / Suflet geamăn (2011), Tu ça, tu lá 2, Horizontes da poesia / Orizonturi ale poeziei (2011). Volume individuale: Pesa-me a Alma  / Cântăreşte-mi sufletul (2011) şi A Melodia do tempo / Melodia timpului  (2014). A prefațat şi a prezentat volumul No Chăo d’Água / Ape subterane al poetului Paulo César şi romanul Oh África! Oh Liberdade! / O, Africa! O, libertate! al scriitorului José Silva. Colaborează la revista “Orizont literar contemporan” din anul 2013.

CULTURAL PROFILE

  Natália Canais Nuno (born 1943, Lapas - Torres Novas) is a contemporary poet from Portugal. Published poems in various anthologies: Entre o Sono e o Sonho / Between the Sleep and Dream, Trago-te um Sonho nas Măos / I Bring a Dream in my Hands, Por um sorriso / By a Smile,  Poesis   (vol. XVIII and vol.  XIX), Viva Outubro / Vivat October (2009, 2010), Licença Poética / Poetic License (2011), Alma  Gémea / Twin Soul (2011), Horizontes  da  Poesia III / Poetry Horizons III (2011) etc. She is also the author of Pesa-me a Alma  / Weigh My Soul (2011) and prefaced the books No Chăo d’Água / Underground Waters (poetry) by Paulo César and Oh África! Oh Liberdade! / Oh, Africa, oh Liberty! (novel) by José Silva. Natália Canais Nuno is a honorary contributor of “Contemporary Literary Horizon” from 2013.

Traducere şi prezentare de Daniel Dragomirescu

Un comentariu:

Natalia Nuno spunea...

O que singulariza a minha poética é sem dúvida a «saudade» e que está muito nítida neste poema. Dizem-me muitas vezes que escrevo com muita emoção e intensidade, que são poemas magistrais, sempre com a realidade em fundo e autênticas lições de vida...esta é sempre a crítica que é feita ao que escrevo...Gostei Daniel da escolha deste poema que aqui partilhaste, fico orgulhosa por fazer parte dos excelentes Poetas da Contemporary Literary Horizon e agradeço a tua generosidade e por seres meu amigo.

Um forte abraço