vineri, 2 decembrie 2011

INDIGNADO POETRY/POESIA INDIGNADO/POEZIA INDIGNADO: VOGALUZ MIRANDA (BRAZILIA)



POLITICANALHA
Eu prometo melhorar a saúde;
Eu prometo educação e cultura para o povo;
Prometo baixar o preço dos alimentos;
E elevar os salários é minha meta.

Promessa é dívida, todo mundo sabe!

Prometo que ligarei São Paulo ao Rio,
O Rio ao Nordeste,
O Nordeste ao Norte,
O Norte ao Sul,
Passando, é claro, pelo Centro-Oeste,
Por meio de estradas e trilhos cuidados e conservados com zelo e presteza.

Prometo tirar as crianças abandonadas e os mendigos das ruas;
Prometo moradia à população;
Prometo trabalho, cidadania e justiça a todo cidadão.
(...)


POLITICANALIA
Promit să ameliorez sănătatea;
Promit educaţie şi cultură pentru toţi;
Promit să scad preţul la alimente;
Creşterea salariilor este scopul meu.

Promisunea e-o datorie, toată lumea ştie!

Promit să leg Sao Paulo de Rio,
Rio de Regiunea de Nord-Est,
Nord-Estul de Nord,
Nordul de Sud,
Trecând, desigur, prin Regiunea de Centru-Est,
cu şosele şi căi fără gropi, îngrijite
cu mult zel şi pricepere.

Promit să-i adun pe copiii abandonaţi şi pe cerşetori
de pe drumuri;
Promit locuinţe pentru populaţie;
Promit locuri de muncă, cetăţenie şi justiţie pentru toţi.

(din Canções para os intervalos/Songs for Intervals

Citeste întreg poemul în OLC 6 (26)/2011
Read full poem in CHM 6 (26)/2011

       SOBRE EL AUTOR / ABOUT THE AUTHOR

     Vôgaluz Miranda (nascido em 1972 na capital paulista) escreve textos e poemas desde o início dos anos 90. Escreveu várias letras para músicas, que cantava à frente da banda ONG (1993/1997). Escreveu também três livros, duas coletâneas de poemas: O Perfume do Tempo 2004/2005 e Versorragia Verborrágica 2006/2011; e um romance O homem sem coração de 2006. Atualmente, escreve um novo romance Josue e acaba de concluir uma nova coletânea com 33 poemas intitulada Canções para os intervalos.
     Desde Noviembre de 2011, Vôgaluz Miranda e o principal colaborador em Sao Paulo de nuestra revista. Um autor com talento e consciencia civica, muito necesario em nuestros tiempos.
                                                              *
     Vôgaluz Miranda (born 1972, Sao Paulo, Brazil) is a contemporary writer and artist. He has composed different texts (libretos) for ONG band (1993/1997). He published two books of poetry: O Perfume do Tempo/ Scent Time (2004/2005), Versorragia Verborrágica (2006/2011) and the novel O homem sem coração/The  Heartles Man (2006). Actually the author is working at his new novel Josue and has finished a new book of poetry, Canções para os intervalos/Songs for Intervals
     Since November 2011, Vôgaluz Miranda is the main contributor in Sao Paulo, Brazil, of our journal. A good author  with a civic conscience, very necessary in our times.  
                                                             *
     Vôgaluz Miranda (născut 1972, în Sao Paulo, Brazilia) este un scriitor şi un artist contemporan. A compus diferite texte (librete) pentru formaţia ONG (1993-1997). A publicat două cărţi de poeme: Parfumul timpului (2004/2005) şi  Versorragia Verborrágica (2006/2011), precum şi romanul Omul fără inimă (2006). În prezent autorul lucrează la noul său roman Josue şi a terminat o nouă carte de versuri, Cântece pentru intervale
     Din noiembrie 2011, Vôgaluz Miranda este colaborator al revistei noastre. Un autor de talent si înzestrat in plus cu conştiinţă civică, căci numai naivii îşi mai imaginează că arta se face doar de dragul artei şi nu ar avea nici o legătură cu societatea şi cu dilemele fundamentale ale fiinţei umane. 

     Traducere în engleză şi română şi prezentare:
     Daniel Dragomirescu 

5 comentarii:

Masaj erotic Suceava spunea...

Mi-a placut foarte tare poezia... iar blogul dvs.este foarte bine facut si foarte interesant...:)

Rory Vecher spunea...

Hola, hace un tiempo me escribió diciendo que sería posible publicar mi historia (The Sad Skinhead), hace un tiempo que dejé de escribirla pero ahora sigo haciéndolo. Me gustaría que se pasase por mi blog: http://thesadskinhead.blogspot.com
Un saludo!

Ana María Díaz spunea...

Si Vogaluz la poesía queda indignada del discurso político, pero puede aun delatar la mentira. Muy bueno!
Necesitamos políticos poetas!!!!

Vôgaluz spunea...

Primeiramente, gostaria de agradecer ao Daniel Dragomirescu e a todas as pessoas que fazem com que esta revista consiga unir o mundo, um sonho de todos nós. Agradeço pelos comentários recebidos e, em especial, pelo carinho do cometário de Ana Maria Diaz. Desejo a Daniel Dragomirescu e a todos os participantes e leitores de "Horizonte da Literatura Contemporânea" um Feliz Natal e um
Ano Novo repleto de realizações.
Carinhosamente, Vôgaluz.

Marcelo Portuária spunea...

A promessa é a tradução do sonho que se esparrama nos corações como ideais - a poesia: manifesto.
Os problemas são os puses que inflamados pelas desigualdades infeccionam a dor de nossas vidas - a solução: remédio.
A arte é um desejo de liberdade que alcança altura, mesmo sem ter asas - a expressão: um sentido.

Fazer poesia é unir o grito com a elegancia do berrar; as vezes, um grito é inaldito e outras vezes um sussuro é um berro.

Visitem: alfarrabiosdeoutrora.blogspot.com
cidadaniadoscapitais.blogspot.com

Marcelo Portuária